Marketing em Medicina: Por que é Fundamental?

Desde faz alguns anos, os hospitais e centros de medicina diagnóstica, começaram a incorporar um novo departamento, o de marketing, pois seus gestores perceberam a necessidade de utilizar esta ferramenta fundamental na sua estratégia de comunicação de suas instituições com seus pacientes-clientes e também com a comunidade médica.

Marketing em Saúde é diferenciado, pois ele não deve vender nem comercializar serviços, ele deve informar e principalmente agregar valor à instituição perante à sociedade.

Aos poucos, os médicos vêm percebendo a importância do marketing para suas clínicas, consultórios e sobretudo para suas próprias carreiras, mas ainda é pequeno o número de profissionais de medicina que resolvem aderir ao marketing, em parte porque ainda há um certo preconceito com essa palavra, por não conhecerem o real significado e também porque as faculdades de medicina ainda não incorporam no currículo do futuro profissional ao menos o básico da administração e a mercadologia.

Como o Marketing em Saúde pode auxiliar os médicos?

O bom marketing médico não promete aumentar de um dia para o outro o número de pacientes, ele deve posicionar o médico como autoridade em sua especialidade, utilizando a seu favor principalmente o marketing digital e as redes sociais como Facebook, YouTube, Instagram, Linkedin, para “turbinar” a presença do médico ou de seu consultório na web.

Como resultado o profissional terá mais exposição no mundo digital que como sabemos, já é o principal meio de propagação entre a população jovem e mesmo adultos de meia idade.

Desta forma, quando o profissional resolver manifestar-se, seja escrevendo ou falando sobre determinado assunto de sua competência, ele atrai a atenção das pessoas, que podem vir a tornarem-se possíveis clientes-pacientes, ou ainda, ser indicado por internautas para pessoas que os mesmos sabem que precisam de auxílio médico. Ou seja, o profissional que se comunica com o público, torna-se referência em sua área.

Buscar uma consultoria de marketing ou uma assessoria de imprensa especializada em saúde e na divulgação de conteúdo na internet, é importante para ter um planejamento adequado aos seus objetivos e metas.

Mas não é só no mundo virtual que serve o marketing médico, ele também tem a função de auxiliar os profissionais no treinamento de suas secretárias, na estrutura de suas clínicas e consultórios, técnicas de relacionamento pessoal com seus pacientes e familiares, assim como buscar soluções para otimizar seu ambiente de trabalho.

Um bom exemplo é a criação de um canal de TV dentro do próprio consultório ou clínica, onde seriam veiculados temas relevantes para os pacientes que estão aguardando por suas consultas, isto é um diferencial que poucos tem, agrega valor e também mostra ao cliente-paciente e seu familiar que a clínica preocupa-se em fornecer conteúdo de real interesse para os mesmos.

A concorrência entre profissionais de medicina é uma realidade, e sabemos que o Conselho Federal de Medicina é extremamente rigoroso quanto a publicidade médica, e é aí que entra o marketing em Saúde, que vem para assessorar de forma extremamente ética, seguindo todas as recomendações do CFM.

Vale lembrar que marketing não é publicidade, marketing como foi dito no início deste artigo é uma ferramenta essencial na comunicação e no posicionamento, seja de empresas, seja de profissionais liberais frente à sociedade.

Portanto caros doutores, analisem como pode ser muito benéfico incorporarem o marketing em seu dia a dia, pois quem faz a diferença, se destaca.

Compartilhe!Share on Facebook25Share on LinkedIn36Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *